Skip to main content

Consegui esse disco em uma prensagem que saiu agora em 2017 em 180 gramas pela Polysom.

São algumas as estórias sobre essa canção e a mais popular é que que Cartola escreveu a letra após descobrir que sua filha estava se prostituindo e sabendo disso, posso afirma que essa canção me tocou ainda mais.

Lançado originalmente em 1976, esse disco homônimo de Cartola mostra porque há muito tempo ele já era considerado um dos maiores representantes do samba. Gravado aos 68 anos do sambista, o disco traz alguns dos grandes sucessos de sua carreira, como “O Mundo É um Moinho” e “As Rosas Não Falam”.

 

O disco, assim como o primeiro, traz arranjos de Horondino José da Silva (Dino), com produção de Juarez Barroso. Das 12 faixas, 10 são de autoria de Cartola, sendo uma em parceria com Alcebíades Barcelos. Completando o álbum, estão “Preciso me Encontrar”, de Candeia, e “Senhora Tentação”, de Silas de Oliveira. Entre as participações especiais, destaca-se a de Creusa, filha de criação do Cartola, que canta com ele duas faixas.

Tel.: +55 (11) 98808 0101